quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

INCONTROS - CWB em foco - última de 2009



Foto Daniel Correa



A exposição fotográfica “A Doce Vida na lente de....” que o Museu da Imagem e do Som do Paraná promove em parceria com o Espaço Cultural CAFEZAU é uma homenagem aos 50 anos do filme La Dolce Vita do diretor italiano Federico Fellini. É uma releitura com a visão de 10 talentosos fotógrafos sobre uma das obras mais marcantes da sétima arte.
O filme é uma espécie de divisor de águas na filmografia do mestre italiano. Foi a partir dessa obra, que segundo alguns críticos, seu estilo atingiu a maturidade e seus filmes passaram a ter características cada vez mais pessoais. Recheado de imagens poderosas numa primorosa fotografia em preto-e-branco, foi alçado à categoria de clássicos inesquecíveis do cinema e firmou o nome de Marcello Mastroianni como o maior ator italiano das décadas de 60 e 70.


Foto Pedro Nossol



Foto Izabel Liviski

Dentro da proposta da exposição, vamos encontrar imagens que remetem “à doce vida romana”. Não se tratou apenas de copiar as cenas do filme, mas de dar uma visão autoral. Cada fotógrafo primou pela elegância, charme, descontração, seguindo o pensamento do filme. Da emblemática cena da fonte, passando por um insólito jogo de petecas onde mulheres elegantes são cercadas por paparazzi, à melancolia de uma ligação telefônica, um olhar distante num café vazio, um toque romântico ilustrado com carros de época, enfim tudo leva ao universo felliniano.



Fotógrafos e modelos são os grandes personagens dessa coletiva, que traz um olhar doce/amargo de um tempo que passou, mas que permanece intacto em dez molduras cinematográficas. O público não vai descobrir que uma das modelos estava com o pé quebrado e que a outra congelou os pés dentro de uma fonte. Nem vai imaginar que a outra quase perdeu o seu vôo para se dedicar ao click do fotógrafo, nem da ansiedade para que tudo ficasse perfeito. Nem que outra se sacrificasse para exibir um vestido caríssimo em local impróprio. Os contratempos se diluem depois que a obra está imortalizada.



Participaram do projeto: Lorena Schwartz, Federica Moro, Fabiana Karam, Analzira Carneiro, Yumi Okamura, Conceição Barindelli, Maria Inês Borges da Silveira, Fernando Severo, Netto Felipe, Gladys França, Melissa Medroni, Zilda Fraleti, Marcelo Dallegrave, Gus Benke, Arthur Nauffal, Brasilio Wille, Daniel Corrêa, Izabel Liviski, Pedro Nossol, Karin van der Broocke, Ricardo Garcia, Sandra Zawadzki, Marisa Villela, Sabrina Leão e Luiz Gil de Leão, Tânia Ribas, Reinaldo Bessa, Meire Nogueira, Wilson de Araujo Bueno, Margarita Sansone, Stefanie Freiberger, Ana Maria Petruzziello Kohane, Luciano Zaina e Carlos Gugelmin e TICCOLOR.
Curadoria do projeto:  Tiomkim





Izabel Liviski, Mestre em Sociologia na linha de Imagem e Conhecimento pela UFPR e consultora da Contemporâneos, escreve quinzenalmente às 5as. no ContemporARTES. amsterdan2010@gmail.com








A EQUIPE CONTEMPORARTES DESEJA UM FELIZ NATAL A TODOS!

0 comentários:

Postar um comentário

Seja educado. Comentários de teor ofensivo serão deletados.