segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Herdeira de Dandara nas ruas contra o genocídio do povo negro



- Herdeira de Dandara!!
- Quem?
- Dandara!!
- Nunca ouvi falarem sobre essa mulher!

Esse é um registro do mundo que percorri para saber da minha ancestralidade. Culturas que também vieram sequestradas da Mãe da humanidade, a África.

Entulhados como lixo dentro de um navio. Me pergunto a muito tempo o porque nunca ouvi falar de Dandara e Zumbi na escola.

Dandara Zumbi: Representa, até hoje, liberdade e igualdade, o significado do seu nome é "a mais bela".
Fonte: http://mcultartemanha.wordpress.com/umbandaum-3/quem-foi-dandara/

Nunca entendia a importância dos punhos cerrados erguidos para o alto. Como da força dos que carregam à noite na pele e sofrem atrocidades cotidianamente.

Punho cerrado erguido para alto.
Fonte: http://uniondezesseis.blogspot.com.br/


- Foi parado pela policia!!
- Quem?
- Aquele neguinho.
- Foi morto pela policia!
- Quem?
- Aquele neguinho.
- Foi arrastada por uma viatura!
- Quem?
- Aquela neguinha!!

Ilustração de Latuff.
Fonte: http://reajanasruas.blogspot.com.br/2014/07/o-fantasma-do-estado-genocidio-e.html


Na II Marcha (Inter) Nacional Contra o Genocídio do Povo Negro que ocorreu na última sexta, dia 22/08/2014, me senti gigante quando ergui a faixa junto com meus irmãos(as)!! Sensação bem diferente do que costumo sentir...



Me senti uma Mulher Negra Forte!! Não oprimida por um sistema branco burguês que muitas vezes sou obrigada a conviver 24 horas ao dia.

Tenho consciência que sou Negra!! Sim, sou! Sou filha de ÁFRICA!! Filha da senzala!!

Lá na marcha entoei bem alto em harmonia com as pessoas presentes:

- Basta!! Basta ao Genocídio do Povo Negro!!!
- Basta ao Genocídio do meu Povo!!

Nossos costumes foram moldados. Nosso cabelo esticado. Nosso pensamento sufocado. Nossos orixás tratados como coisa do diabo. Fomos catequizados!! Quando cerro os punhos e levanto meu cabelo crespo, é um sinal de resistência!!

Eu gritei e grito enquanto ainda for necessário: Basta!! Não seremos mais arrastadas!!! Não haverá mais Claudias, Amarildos, Douglas e tantos outros. E tantos outros meninos que perderam a vida sem antes começar. E quantos ventres secaram pelas perdas dos filhos que nunca mais empinaram pipa na favela. E quantas noites sem dormir. E tantas outras com medo de ser atingida, confundida.

- Cuidado olha bala perdida!!! Encontrada sempre em um corpo negro!!

Eu grito alto para os ouvidos atentos e desatentos escutarem!!! Estamos morrendo... até quando??

Na marcha foi fúnebre, por mais que os sorrisos se cruzassem. Por mais que estivemos felizes de estar ao lado dos nossos. A sensação foi e é a de chorar de desespero, pois muito de nós já lidamos com as perdas.

A sensação é de marchamos como se estivéssemos voltando pra África. De onde nos arrancaram, nos examinaram feito bichos.

Ilustração de Latuff, 2011
Fonte: http://uniondezesseis.blogspot.com.br/


Herdeira de Dandara!! Quero ver meus filhos crescerem e marchando em luta, não mais por luto!!

Quem é Dandara? Sou eu, É você, Sua Mãe... Avante!!!
Nossa história não ficará em branco.

Nossos traços faciais são como letras de um documento,
Que mantém vivo o maior crime de todos os tempos;
Fique de pé pelos que no mar foram jogados,
Pelos corpos que nos pelourinhos foram descarnados.
Não deixe que te façam pensar que o nosso papel na pátria
É atrair gringo turista interpretando mulata.


Marcela Cabral  (atriz-pesquisadora, palhaça - DRT 36963/SP, artista-educadora)
Formada em 2011 pela 4ª Formação de Palhaço dos Doutores da Alegria. É atriz, pesquisadora das linguagens do palhaço e danças populares. No Instituto Brincante (Teatro Escola Brincante), cursou teatro e dança no ano de 2010 (2º Semestre); estudou o corpo e as danças de figuras dos folguedos populares brasileiros. Formou-se em dramaturgia na Oswald de Andrade em 2009, especificação Teatro do Absurdo. Participou de workshops de danças brasileiras com Sabryna Matogrosso. Estudou História do Teatro na ELT no ano de 2009.

1 comentários:

Ana Dietrich disse...

excelente e emocionante! que bom que marchas assim riscam o cenário do nosso dia a dia. Fica a proposição para mais duas matérias, quem foi dandara e quem foi zumbi. Vamos combater essa desinformação.

26 de agosto de 2014 16:46

Postar um comentário

Seja educado. Comentários de teor ofensivo serão deletados.