sexta-feira, 5 de março de 2010

Especialista no cineasta Fellini estréia no ContemporARTES




Olá, essa sou eu, Katia Peixoto sentada no chão do quintal de casa, tranquila e "sussa". Além de gostar de ficar "largada" no quintal também adoro cinema, e lógico, assistir filmes. Minha idéia é escrever na coluna sobre essa minha grande paixão, poder dividir com você as sensações, emoções e conhecimentos adquiridos e vivenciados nos filmes que estão em cartaz nas salas dos cinemas brasileiros e também reviver os que já saíram de cartaz, mas que vale muito assistir ou rever. Sou de São Paulo, Capital, estudei piano e dança desde muito pequena e acabei graduando-me em artes. Estudei fotografia e resolvi estudar cinema. Fiquei alguns anos na ECA assistindo algumas aulas na graduação para aprender as linguagens e as técnicas e, posteriormente, resolvi fazer mestrado em cinema, na mesma escola. Dediquei-me, mais especificamente, aos filmes de Federico Fellini e suas interelações com o teatro, o clown e o circo. No doutorado realizado na PUC SP estudei filmes de Fellini e os diálogos com a televisão como "Ginger e Fred" (1985) e "La Voce Della Luna" (1989).

Uma dica rápida de cinema para hoje, ou para a semana, é "O segredo dos seus olhos" (El Secreto de sus Ojos), de Juan José Campanella, Argentina. O filme está entre o seleto grupo dos nove filmes que concorrem ao Oscar de melhor filme estrangeiro, sendo o filme mais visto no ano pelos argentinos e já considerado um grande sucesso nacional. Vale a pena conferir a fantástica combinação do grande elenco composto por nada menos que Ricardo Darín (O Filho da Noiva), Soledad Villamil e Guillermo Francella, Pablo Rago e Javier Godino, com um roteiro audacioso, baseado em uma novela homônima. A mistura de comédia e drama traz na trama momentos de profunda reflexão a respeito das relaçoes de amor, das paixões humanas, fazendo um contraponto com a Justiça argentina.
Bom filme!

Kátia Peixoto é doutora em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP e escreve quinzenalmente às sextas-feiras no ContemporARTES.

1 comentários:

Carlos Canavó disse...

A "Persistência da Memória" boa maneira de ilustrar a coluna. Parabéns, vou assistir o filme do Campanella. sucesso no blog.

5 de março de 2010 18:16

Postar um comentário

Seja educado. Comentários de teor ofensivo serão deletados.