segunda-feira, 9 de maio de 2011

POETAMIGOS II

A matéria POETAMIGOS foi tão interessante e comentada que resolvi dar continuidade, transformando-a em um relevante projeto de divulgação. Afinal, são tantas “feras” escondidinhas em cada uma dessas selvas de pedra existentes e espalhadas por esse imenso e di.verso país.
Nesta segunda, continuo a divulgar o trabalho de primeira dos amigos que fazem da poesia a sua trilha. Poetas também premiados, cada um com seu estilo, mas sempre com muito a dizer, descrever, escrever.
Apreciem mais esta grande seleção de versos que vieram para compor e abrilhantar o uni.verso de hoje.


EU TE ODEIO, EU TE AMO
Amanda Reznor (São Paulo - SP)

É verdade o fato de que EU TE AMO
E eu nunca declarei a você que
Sou capaz de viver sem um amo.
Gostaria que só entendesse que:

neste meu solitário coração
há somente um vago rombo fatal
reservado a você, queria ou não;
Perto de casa há um valo abismal

e só o que penso é, sem rodeio:
se amanhã você passar por mim,
sem ao menos dirigir um olhar

É ali mesmo que irei me jogar
provando ser mentira que, sim
disse um dia que EU TE ODEIO.

(agora leia de baixo para cima).

 
MUNDOS
Edelson Nagues (Brasília - DF)

I
Solidão – esse é o nome
do mundo a que pertenço.

Entre milhões, solitário,
carrego a vida in progress
e um projeto de morte.

Sem plano de vôo que o valha,
entrego-me a tal desdita
como  quem se fizesse escravo.

II

No trajeto, me deparo
com seres também solitários.
Traçamos, então, paralelas
que insistimos trilhar.

(Mesmo que olhares, mãos,
gozos e outras ânsias
se cruzem por linhas incertas

– pois solidões que se toquem
ainda serão solidões.)

III

De onde vem o solitário?
Qual a linhagem? a  essência?
o ponto de interseção?

A resposta, em parte,
acaba por revelar-se
na face de cada um.

O solitário, por certo,
vem de outro mundo
– o de dentro.

O resto é só disfarce.


SEPULCRAL
Sebastião B. Júnior (Muriaé - MG)

Na avenida,
     a mira apontada
    desvela
           um destino.

No velório,
        a idade avançada
      revela
            uma voz:

_ O silêncio vive apenas
entre tábuas de madeira,
               insetos
             e grãos de areia...


Abraços literários e até +.



 

18 comentários:

edweinels disse...

Lindo ver o trabalho de tres grandes poetas, lado a lado: Amanda, Edelson e Sebastiao. E, mais uma vez, Geraldo, parabens, colega, pelo trabalho de reuniao e divulgacao das obras dessas feras da Literatura.

Abracos.

Edweine

9 de maio de 2011 08:28
Simone Alves Pedersen disse...

Adorei Tilge, que generosidade a sua de dividir conosco o trabalho de outros grandes poetas! Eu não conhecia o trabalho da Amanda, do Jr e do edelson já sou fã de carteirinha. Que talento da menina :)

9 de maio de 2011 09:12
geraldo trombin disse...

Valeu, Ed... União e reunião importantes... abraços

9 de maio de 2011 09:14
geraldo trombin disse...

Simone... estou pensando em fazer do POETAMIGOS parte integrante do Uni.verso... acho que vai ficar legal...

9 de maio de 2011 09:15
Edelson Nagues disse...

Generosidade tb, do Geraldo, em ceder um espaço nobre deste a outros poetas/escritores. O Geraldão é 1000! Só tenho que agradecer.

E é uma honra estar ladeado por esses dois jovens e talentosos poetas da nova geração. Eu, que passei dos vinte há pouco tempo... rs

9 de maio de 2011 10:21
Blog do Piaia disse...

Partilhar esse espaço tão importante é uma demonstração de desapego que só os grandes homens/amigos o fariam. Você é um deles.
Parabéns!

9 de maio de 2011 10:27
geraldo trombin disse...

Além da importante proposta de divulgação, o que vale muito é o retorno de vocês, mostrando que realmente vale a pena "o fazer"...

Obrigado Edelson e Piaia... O uni.verso é nosso...

9 de maio de 2011 10:49
Amanda Reznor disse...

Geraldo, adorei esse cantinho, fiquei muito feliz!!!

E obrigada, Edweine e Simone queridos, a opinião de vocês é importante para mim!

Se há um momento no qual me sinto bem acolhida e contente, amigos, este é quando tenho o prazer de reunir-me a vocês!

=]

Abraços,
Mandinha

9 de maio de 2011 15:06
geraldo trombin disse...

Seja sempre bem-vinda, Amanda.. Obrigado por partilhar...

9 de maio de 2011 15:13
Henriette disse...

Geraldo: Dividir o espaço com essa generosidade só sua, divulgando nossos amigos poetas, certamente só pode ser a característica de quem vive poesia e literatura. Abraço forte e parabéns pelos lindos poemas da Amanda, do Edelson e do Júnior...

9 de maio de 2011 23:50
Sérgio Bernardo disse...

Geraldo, que bom você abrir este espaço para divulgação de poetas. Gostei de conhecer a poesia de três companheiros da Comunidade Concursos Literários, no Orkut. Bacana ao cubo! Abraços

10 de maio de 2011 09:57
geraldo trombin disse...

Grande, Sérgio. Obrigado pela presença constante... Abraços

10 de maio de 2011 10:44
geraldo trombin disse...

Oi Henriette, não é generosidade, não! É necessidade de aprendizado e também de apresentar o que de bom é produzido pelos 4 cantos desse imenso território da literatura.
É também um imenso prazer partilhar e compartilhar.
Obrigado por sempre aparecer por aqui.

10 de maio de 2011 20:07
junior disse...

Adorei, Geraldo! Fico muito feliz em ser publicado junto com a Amanda e com o Edelson - poetas que tbm são meus amigos. Parabéns pela coluna e obrigado pela oportunidade! Vou divulgar o link no meu orkut.

Abração!

10 de maio de 2011 20:38
geraldo trombin disse...

JR, que bom que cedeu o SEPULCRAL para a publicação aqui... valeu, inclusive pela divulgação... abraços

10 de maio de 2011 20:52
Amanda Reznor disse...

Divulgando no meu blog [http://amanda-reznor.blogspot.com/p/na-midia.html#axzz1M2sMqGHr]

=)

11 de maio de 2011 20:05
geraldo trombin disse...

Obrigado, Amanda!

12 de maio de 2011 13:47
Arquiteto de Almas disse...

Olá Geraldo...
Que bela surpresa hoje [25/7], além de ter o prazer de ler estes 3 textos, cada qual com seus sentimentos e emoções, ofertados, libertos e compartilhados com pessoas de sensibilidade pude descobrir que tu és responsável por este espaço.
Parabéns poetas[poetisas] e a você um forte abraço por nos ofertar uma das essências da vida [poesia]
CeGaToSi®
[http://arvoredossentimentos.blogspot.com]

25 de julho de 2011 10:15

Postar um comentário

Seja educado. Comentários de teor ofensivo serão deletados.