quarta-feira, 29 de junho de 2016

A poesia é a alegoria das coisas…




Num dia nublado posso me sentir feliz quando o tempo de dentro me encanta mais do que o de fora. Essa sensação de coragem  pode vir da utopia ou da vontade, do desejo  ou simplesmente porque hoje, neste dia nublado, recebi um zap de um amigo me desejando bom dia.
Senti o aroma de flores e sai para colocar água para meu cão.
É, hoje estou feliz, não porque acordei ao lado do homem amado mas porque vi meu cão sorrir com os olhos e senti novamente o aroma de flores… ah, neste dia… meu banho demorado com fundo de BB King … ah neste dia em que meu café foi coado e tive tempo para não tomar café solúvel… ahh neste dia nublado pude zapear o Netflix  e depois me largar no sofá com Tarantino ou quem sabe Fellini…

Olho pela janela e lá estão as nuvens cinzas do tal dia nublado. Olho para a estante de livros e entre Fellini e Tarantino escolho Hesse. Em Narrativas leio "Noite no Lago" e ainda entre as vozes italianas de La Dolce Vita e as lembranças de Hesse vem a mente  meus país,  lembro-me que marquei de caminhar as 12 horas com mamãe. Me arrumo tranquila e saio de casa neste dia nublado entendendo mais um pouco sobre felicidade. 

Leandro Daniel e suas inspirações poéticas:

Essa abertura de hoje da Coluna As Horas foi dedicada ao meu filho Leo que desde niño ama leitura e se encanta com dias nublados. Sua poesia vem da lua, luta, dor, calor, nação, olhar… 
Hoje, neste dia nublado me sinto feliz também por ter um poeta em minha vida, meu filho Leo:

Poesia: Leandro Daniel
Poesia: Leandro Daniel  


Poesias de Leandro Daniel 


Kátia Peixoto é doutora em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP. Mestre em Cinema pela ECA - USP onde realizou pesquisas em cinema italiano principalmente em Federico Fellini nas manifestações teatrais, clowns e mambembe de alguns de seus filmes. Fotógrafa por 6 anos do Jornal Argumento. Formada em piano e dança pelo Conservatório musical Villa Lobos. Atualmente leciona no Curso Superior de de Música da FAC-FITO e na UNIP nos Cursos de Comunicação e é integrante do grupo Adriana Rodrigues de Dança Flamenca sob a direção de Antônio Benega.




Leandro Carvalho é formado em Ciências Sociais pela FFLCH/USP e mestre em Gestão de Políticas e Organizações Públicas pela UNIFESP Campus Osasco. Trabalha com gestão e avaliação de projetos sociais e é militante do Núcleo de Luta Popular – NLP - PSOL, em Osasco. Gosta de escrever poesias quando quer dizer algo ao mundo.     

1 comentários:

POESIAS SENSUAIS E CONTOS disse...

Lindos versos poeta Leandro Daniel. Um bom dia

4 de julho de 2016 08:55

Postar um comentário

Seja educado. Comentários de teor ofensivo serão deletados.