sexta-feira, 25 de novembro de 2016

EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA CIDADES NA POLÔNIA E NO BRASIL: ENTRE A MODERNIDADE E A TRADIÇÃO


O Brasil e a Polônia são um exemplo de mutuamente benéficas boas relações políticas, econômicas, culturais e sociais. Nos une uma preocupação comum com o bem dos cidadãos e com os valores do humanismo. Nos une também a história: a imigração e contribuição polonesa para o desenvolvimento do Brasil, a declaração em prol da independência da Polônia do grande estadista brasileiro Ruy Barbosa, durante a Conferência de Haia realizada em 1907, assim como muitos outros fatos de impacto recíproco. A exposição Cidades na Polônia e no Brasil, entre a modernidade e a tradição, é mais uma contribuição para o fortalecimento desta nossa irmandade.” (Marek Makowski)

O dia 10 de novembro, quinta-feira, foi marcado por diversos eventos comemorativos por ocasião da comemoração da Data de Independência da República da Polônia, tendo o Cônsul Geral da República da Polônia em Curitiba, Marek Makowski - e as vice-cônsules Dorota Ortynska e Dorota Bogutyn - como anfitriões de inúmeros convidados na Sociedade Tadeusz Kościuszko que também é sede da Casa da Cultura Polônia Brasil.

A comemoração teve início com a interpretação dos Hinos Nacionais da Polônia e do Brasil pelo Coral João Paulo II, seguindo-se o pronunciamento do Cônsul Geral Marek Makowski. Depois, foi feita a entrega da Ata de Fundação da Sociedade Polono-Brasileira Tadeusz Kościuszko, pelo Presidente da Sociedade União Juventus - Marian Kurzac à Denise Sielski, atual Presidente da STK.

Em seguida foi feita a abertura da Exposição “Cidades na Polônia e no Brasil: entre a modernidade e a tradição”, com a presença dos autores Schirlei Freder, João Urban e Izabel Liviski que falaram das suas impressões sobre o retorno à Polônia e a experiência de fotografar as cidades e seu desenvolvimento urbano. Também houve o lançamento do livro “Passeio Público, Paisagens e Personagens” do fotógrafo João Urban.

A exposição fotográfica “Cidades na Polônia e no Brasil: entre a Modernidade e a Tradição” é o resultado do trabalho de três fotógrafos de ascendência polonesa que retornam à terra de seus avós para resgatar através do olhar os traços contemporâneos da moderna sociedade polonesa e também aqueles que se mantiveram através dos anos e de todas as mudanças políticas e sociais, dando equilíbrio e beleza a essa dinâmica temporal. Esse olhar se estende também a diversas cidades brasileiras, tendo como proposta do projeto uma questão central: “como vem ocorrendo, nestes últimos 25 anos, a reconfiguração das cidades polonesas e brasileiras?”.



Flyer da Exposição - Arte: Axel Giller


Para responder a essas questões, o projeto viabilizou neste ano, uma viagem à Polônia para esses fotógrafos a fim de que retratassem algumas cidades específicas do país com suas características urbanas atuais, assim como algumas cidades do Brasil que guardam marcas da cultura polonesa. Também outras, como Recife e Rio de Janeiro que ao contrário, por não terem sido colonizadas por poloneses têm características diferenciadas, fazendo assim um contraponto interessante à proposta inicial.


"Os objetos contam histórias e as cidades também, cada foto traz consigo um pouco dessa história eternizada pelo momento captado, um registro efêmero que contribuirá a seu modo para a conservação e manutenção dessas memórias." (Schirlei Freder)


Cidade de Sopot (Schirlei Freder)


Cidade de Poznan (Schirlei Freder)

Cidade de Wroclaw (Schirlei Freder)


"Pude trabalhar com o velho conceito de cena de rua - fotografia de oportunidade, casual -, aquela que nos dá a impressão que a decisão para a fotografia acontecer vem da própria fotografia e não do fotógrafo." (João Urban)


Cidade de Gdansk (João Urban)


Cidade de Wroclaw (João Urban)


Cidade de Wroclaw (João Urban)


Podemos apreciar as cidades quase que visceralmente, organicamente, como se pudéssemos ver suas veias e artérias, seu esqueleto e seus órgãos, recobertos pela enorme pele de prédios, praças e estátuas, e é interessante olhar as cidades por esse enfoque. (Izabel Liviski)




Cidade de Varsóvia (Izabel Liviski)


Cidade de Cracóvia (Izabel Liviski)

Cidade de Varsóvia (Izabel Liviski)


Abaixo algumas imagens do evento, fotografadas espontâneamente por diversos amigos: Zig Koch, Beatris Kulinitz, Rondon Gomes e Paulo Kochanny, a todos nossos agradecimentos.


















A Coluna POLONAISES foi criada para divulgar a cultura, arte, a história e atualidades da Polônia. Seu nome é uma homenagem a dois personagens famosos que têm suas origens (próximas ou longinquas) nesse país: Frédéric Chopin e Paulo Leminski que deram o título de Polonaises, cada qual, a uma de suas obras.

                                                ***

2 comentários:

Francisco Cezar de Luca Pucci disse...

Um belo trabalho. Parabéns.

18 de novembro de 2016 11:44
THELMO OLISAR disse...

Parabéns pelo texto e pelas fotos!

25 de novembro de 2016 09:03

Postar um comentário

Seja educado. Comentários de teor ofensivo serão deletados.