quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

UM FOTÓGRAFO DESTEMIDO



Seu nome era Charles C. Ebbets (1905-1978), nascido no Alabama, Estados Unidos. Suas fotos, feitas entre 1920 e 1935 ficaram famosas ao registrar a construção do Edifício GE do Rockfeller Center em Nova York. Foram publicadas no jornal Herald Tribune e a mais conhecida e uma das mais vendidas é a Lunchtime (Almoço no topo de um arranha-céu) de 1932, feita no 69º andar do edifício.
O acervo desse fotógrafo consta de um imenso arquivo fundado por Otto Bettman em 1936 e que pertence atualmente à Companhia Corbis, de propriedade de Bill Gattes.

Ebbets, além de um destemido fotógrafo das alturas, foi também piloto de corridas e boxeador profissional.
Suas fotos feitas em uma época em que não eram usadas as mínimas medidas de segurança pelos operários, serviram como denúncia das condições de trabalho existentes naquele período.
As imagens produzidas por ele, causam um inevitável friozinho no estômago. A primeira delas apresentada abaixo, é do próprio Ebbets em ação, feita por um fotógrafo que o auxiliava.


























*********







Izabel Liviski é Fotógrafa e Mestre em Sociologia pela UFPR. Pesquisadora de História da Arte, Sociologia da Imagem e Antropologia Visual.  Escreve quinzenalmente às 5as feiras na Revista ContemporArtes.

1 comentários:

AC Rangel disse...

Outros tempos... outras liberdades... tão fácil voar.

2 de dezembro de 2010 09:00

Postar um comentário

Seja educado. Comentários de teor ofensivo serão deletados.