segunda-feira, 20 de junho de 2011

MEU LADO TROVEJANTE


Trova. O “Aurélio” define esta modalidade literária de poesia como sendo uma composição lírica ligeira e mais ou menos popular, como também uma composição literária formada de quatro versos setissílabos rimados, e com sentido completo.
Enfim, Trova é uma composição poética de quatro versos de sete sílabas poéticas, que tem de ter rima no mínimo da 2ª com a 4ª linhas (versos). Preferível será rimar também a 1ª com a 3ª. É classificada em três grupos: filosófica (contendo ensinamentos, máximas, pensamentos, etc.), lírica (falando dos sentimentos; amor, saudade, etc.) e humorística (que se propõe a fazer rir.).
Considerada a arte da síntese, a Trova encontrou campo fértil no Brasil, mas, só depois de 1950 começou a ser estudada e difundida literariamente.
Nesta época, um poeta do Rio de Janeiro, chamado Gilson de Castro e que, mais tarde, adotou o pseudônimo literário de LUIZ OTÁVIO, juntamente com J. G. de Araújo Jorge, começou a estudar e propagar a quadra popular brasileira, junto a um seleto grupo de poetas, dando início ao Trovismo.
Adelmar Tavares diz: "Nem sempre com quatro versos setissílabos, a gente consegue fazer a trova; faz quatro versos, somente."
Toda essa introdução foi apenas para dizer que há pouco tempo comecei a me enveredar por esse caminho. E confesso que, por falta de compreensão, encontrei muitas dificuldades e inúmeros obstáculos como métrica, rima, cesura, escansão, sílaba poética, sílaba tônica, embebimento, e por aí vai. Depois de incansáveis tentativas e dezenas de erros, ufa!, parece que comecei a entender  melhor a sua elaboração e a colher alguns bons frutos, como as trovas a seguir, classificadas em concursos literários.
Apresento a você, então, o meu lado trovejante. Como iniciante, espero que aprecie o resultado dessa modalidade de poesia onde ainda estou feito bebê: engatinhando.




Abraços literários e até +.

18 comentários:

edweinels disse...

Trova, uma composicao dificil, mas aqui desenvolvida com maestria pelo poeta. parabens, mais uma vez, amigo Geraldo. Abracos.

20 de junho de 2011 07:53
rhcastelobranco disse...

Já arrisquei algumas criações e posso afirmar que é realmente trabalhoso harmonizar tudo para nascer a trova. Mas aqui está tudo perfeito e belo. Parabéns!!

20 de junho de 2011 08:26
geraldo trombin disse...

obrigado. Ed e Raquel.
Não é algo fácil de se fazer, ainda estou engatinhando. Mas acho que consegui
alguns resultados interessantes.

Abraços

20 de junho de 2011 08:33
Dema disse...

Depois do youtube ninguém segura esse garoto. Parabéns Ge!

20 de junho de 2011 09:06
geraldo trombin disse...

Valeu, Dema... Gracias

20 de junho de 2011 10:30
geraldo trombin disse...

inserindo aqui comentário do amigo e poeta Sérgio Bernardo que tb teve dificuldade em fazer a postagem:

Perdão, não lhe dou respaldo.
Na trova, como na vida,
não engatinhas, Geraldo:
andas de cabeça erguida!
Abraços, e continue a trovejar no céu da poesia...
Sérgio Bernardo

20 de junho de 2011 10:32
Cris Dakinis disse...

Ei Gera! Deixo aqui uma reprise do comentário do meu filho, João Pedro, quando leu "Passa", lembra? "Olha, mãe: que legal:é assim mesmo,tudo passa.... Só a argamassa é que demora e não vai embora" __ até hoje ele se lembra de tua trova! Ressalto aqui a tua bela póética, que alcança o gosto de uma variedade de leitores, independente daforma utilizada;trova e outras. Parabéns, Amigo! Bj, Cris :)

20 de junho de 2011 10:47
geraldo trombin disse...

Oi, Amiga, como poderia esquecer do comentário do João Pedro! Foi bem legal e marcante... rssss

Obrigado pelo comentário e também pela participação...

20 de junho de 2011 10:57
geraldo trombin disse...

A amiga e escritora Henriette Effenberger também não conseguiu fazer a postagem. Por isso faço em nome dela.


Geraldo: Eu também gosto muito de trova e embora conhecendo a técnica não me consigo dizer trovadora. A dificuldade é resumir o pensamento em quatro versos, como diz o grande trovador Aldemar Tavares:

Oh! linda trova perfeita,
que nos dá tanto prazer!…
- Tão fácil, – depois de feita…
tão difícil, de fazer…

20 de junho de 2011 12:47
Sônia Barros disse...

Geraldo, parabéns!
Adoro ler tudo o que você escreve.
Obrigada por partilhar.
Um abraço!

20 de junho de 2011 13:46
junior disse...

A simplicidade de sua escrita é um show, Geraldo!

20 de junho de 2011 14:31
geraldo trombin disse...

Sônia e Jr, bom vê-los novamente por aqui... Obrigado

20 de junho de 2011 14:47
Jussára C Godinho disse...

Grande amigo Trovador!
Muito contente fiquei
Ao ler Trovas de valor
Confesso que me arrepiei!


Parabéns, Geraldo! A Trova Literária é uma de minhas grandes paixões!
Aproveito a ocasião, sem querer ser abusada, para dizer que está"no forno" meu livro "Alma TROVAdora", contendo mais de 350 trovas, textos simples como a autora.

20 de junho de 2011 21:10
Simone Alves Pedersen disse...

Geraldo! Que maravilha! Vc tem que entrar para a UBT, vc já é mestre em poesia livre com rimas interessantes, tenho certeza que vc tem um trovador mor aí dentro!

20 de junho de 2011 21:36
geraldo trombin disse...

Ju, que legal... Tenho certeza que a Alma torvadora será um grande sucesso.

Simone, não sou trovador, apenas especulo por várias modalidades...

Bjos a vocês duas... Obrigado pelo carinho...

20 de junho de 2011 22:35
geraldo trombin disse...

muitos amigos não conseguem postar aqui seus comentários, então... segue abaixo, agora o da querida Rosana, sempre tão carinhosa:

Geraldo Trombin tem o dom da síntese poética quer em trova, poesia livre, conto, enfim, confesso que tenho uma pasta em meus arquivos destinada a este escritor que admiro e sempre alimento-a. Obrigada por escrever.Rosana Banharoli

22 de junho de 2011 12:54
Profe Ju disse...

Foi erro de digitação ou trocadilho?
"Tenho certeza que a Alma torvadora será um grande sucesso", acabou com a minha alma, kkkkkkk.
Jussára

14 de julho de 2011 12:33
geraldo trombin disse...

huummmm.... foi erro de digitação.... rsss: ALMA TROVADORA!!!

Mesmo assim, tenho certeza do seu pleno sucesso... rssss

17 de julho de 2011 08:58

Postar um comentário

Seja educado. Comentários de teor ofensivo serão deletados.