sábado, 24 de março de 2012

HOMENAGEM AO DIA MUNDIAL DA POESIA



  



Olá, caros leitores!

Hoje inicio minha participação na coluna Escritos Contemporâneos. Aqui postarei sempre textos  de minha autoria, incluindo poemas, haicais, contos e crônicas.


Como no dia 21 de março comemorou-se o Dia Mundial da Poesia, em homenagem à essa data, publico hoje poemas que falam sobre o sentir poético e sobre poetas consagrados pela nossa literatura.


Espero que apreciem a leitura.


Um abraço.

Ianê Mello






CONVERSA COM DRUMMOND



Para Carlos Drummond de Andrade


O quanto você riria, poeta,
um riso frouxo e feliz
de ver sua estatueta
em plena praia de Copacabana
Você, mineiro de Itabira,
tendo a seu lado, simplório,
debaixo de pleno sol,
sem pruridos ou vergonha,
sem com nada se importar,
homem de origem simples
sentado a conversar
Vai se saber que prosa
ele está a entoar,
mas parece animado
de contigo prosear! ...


Há, como ririas, poeta,
ao ver seus pequenos óculos,
aquele mesmo com que lias
ser retirado na madrugada
sabe-se lá com que intuito
por uma pessoa qualquer,
e, ao amanhecer, numa faixa,
você riria ao ler: 


"Não roubem meus óculos,
leiam meus livros" !


Mas que povo engraçado,
você certamente pensaria,
roubar um óculos
apenas por puro prazer
já que nem servem para ler!


Querido poeta, que saudade
de seus versos, que universos
desvendaram para mim
Em meu coração permaneces,
mineirinho de Itabira,
e com carinho me recordo:


"Vai, Carlos, ser gauche na vida!"






PESSOAS EM PESSOA


Para Fernando Pessoa


 Fernando Pessoa

que pessoa és?
Não és uma única pessoa
és vários...
És Alberto Caeiro
És Ricardo Reis
És Álvaro de Campos
Todos personagens em ti
Heterônimos
que habitam
e coexistem
em tua alma de poeta


Alma fragmentada
em teus múltiplos se expressa
cada qual a teu modo peculiar
Essa a beleza e grandeza de tua poesia
Ser um e ser vários
E quantos poetas
não guardam em si mesmos
esse ser múltiplo e multifacetado?


Não importa quantos heterônimos possuis
a qualidade de tua obra supera qualquer
outra possível indagação
O que seria de nós
sem ti Fernando
que em si abriga
outros tantos poetas de igual grandeza?







MOÇAMBIQUE CHAMA...


" A vida é demasiado preciosa
para ser esbanjada num mundo desencantado."

Mia Couto, in Jerusalém



 Moçambique clama por suas palavras
por sua presença amorosa
pela visão de seus olhos profundos:
olhos da infância querida.

Clama por aqueles dias
dias de intenso viver
em que o tempo era infinito
e a esperança sorria em seus lábios

Você que teve no medo seu primeiro mestre
temendo monstros, fantasmas e demônios
só conhecendo os anjos tempos depois,
quando vieram para guardar sua alma

Você que crê no amadurecimento da dor
em seu intenso sentir, corpo e alma,
para que se dilua no correr do tempo infinito,
no choro que escorre dos olhos em lágrimas sentidas

Você que com o próprio sangue escreveria
e até mesmo em seu próprio corpo,
caso tinta e papel não houvessem,
mas não calaria a sua voz jamais

Você, que cantou a África, em versos,
como tradutor fiel de suas dores,
dando voz ao seu silêncio negro,
transmutando morte em vida. 






FAZEDOR DE SONHOS


Para Jorge Luis Borges


Ao som de um tango
a Argentina celebra
Jorge, o menino,
nasceu para brilhar
Palavras brotaram
de suas mãos de criança
para nunca mais abandoná-lo
Fábulas e símbolos
expressões de sentimentos seus
como um olhar-se através do espelho
vendo seu próprio rosto refletido
Fazedor de sonhos
com a emoção escrevia
procurando levar aos leitores
um pouco de alegria
Idealista apaixonado
pelos livros encantado
Em seus sonhos o paraíso
uma biblioteca seria
Para seu desencanto
cometeu em vida
seu maior pecado:
não foi feliz
Descanse em paz, Borges,
em seu paraíso tão sonhado
deixando em nós a saudade
em seu imenso legado.







LOUCOS POETAS

A diferença entre um poeta e um louco é que o
poeta sabe que é louco...
Porque a poesia é uma loucura lúcida.

Mario Quintana



Para Mario Quintana


Profundas nossas palavras
que gotejam emoção
como se fossem lavas
de um vulcão em erupção


Viscerais e pungentes
arrancadas de nossa alma
Sentimentos tão urgentes
que necessitam de expressão
e não ponderam a calma


O papel é o veículo
para nossa exortação
O instrumento precípuo
à nossa liberação


Súplicas podem ser
e urgem serem ouvidas
a quem as quiser ler
para que sejam sentidas


Gritam eloquentemente
saltando aos olhos de quem lê
Não há de ser mansamente
que expressaremos o sofrer


Seremos por isso dementes
estando sempre a mercê
de críticas incoerentes?



Nos sabemos loucos
como bem disse Quintana
Nos importarmos pra quê?
Se nossa mente é insana,
a lucidez ... é pra poucos.



**********





Ianê Rubens de Mello nasceu no Rio de Janeiro (RJ). É educadora e pós-graduada em Pedagogia. Identificada com as diversas propostas em textos literários, escreve também com resultados diversificados. Seus textos incluem contos, crônicas, aforismos, haicais e poesias. Alguns deles são publicados na internet, em sites, blogs e revistas eletrônicas. 






Blogs Pessoais:




25 comentários:

Teresa Cristina disse...

Que lindo, amiga. Você vale ouro!! Um beijo, muito sucesso e paz. Sou sua fã. Beijos no seu coração.

23 de março de 2012 10:16
Vale Cruz disse...

Parabéns Querida Amiga Ianê Mello. Gostei imenso desta sua primeira apresentação e auguro-lhe por isso os maiores êxitos, que serão fruto da sua muita dedicação à poesia, à escrita, enfim, à cultura. Beijinhos

23 de março de 2012 15:49
Vale Cruz disse...

Parabéns Querida Amiga Ianê Mello. Gostei imenso desta sua primeira apresentação e auguro-lhe por isso os maiores êxitos, que serão fruto da sua muita dedicação à poesia, à escrita, enfim, à cultura. Beijinhos

23 de março de 2012 16:01
Ianê Mello disse...

Queridos amigos, Teresa e Joaquim, fico feliz pela leitura e presença. Espero por vocês, sempre aos sábados, nessa mesma coluna Escritos Contemporâneos.
Obrigada pelo carinho. Bjs.

23 de março de 2012 20:34
. disse...

Olá simpaTia ??

Um prazer imenso Ianê, passar aqui na sua página.
És porTadora de muiTa inspiração nos seus inscritos.

Um abraço.

Rejane Rezende

23 de março de 2012 21:11
Dario B. disse...

Gosto do que li, Ianê, conversas com teus pares de igual para igual, e é assim mesmo que deve ser. Ainda te falta um pouco mais do reconhecimento que eles tem, mas que virá, sem duvida. Um forte abraço pelo inicio desta nova caminhada, e, pq não? um beijo carinhoso tb.

23 de março de 2012 21:44
Ianê Mello disse...

Olá querida Rejane, é uma alegria recebê-la aqui nesse novo espaço.

Volte sempre.

Beijos.

24 de março de 2012 09:08
Ianê Mello disse...

Caro Dario, sua leitura tem muito valor para mim.
Obrigada por estar aqui.

Grande abraço, amigo.

24 de março de 2012 09:09
Ianê Mello disse...

Dario, é muito importante contar com sua atenta leitura.
Obrigada por estar aqui.

Um grande abraço, amigo.

24 de março de 2012 09:10
Ana Tapadas disse...

Parabéns, minha linda!
bjs

24 de março de 2012 11:32
Ianê Mello disse...

Que bom vê-la por aqui e contar com sua leitura, querida!
Obrigada.
Bjs.

25 de março de 2012 10:14
Nilson Barcelli disse...

Tens aqui excelente poesia, como sempre que te leio.
Felicidades para este teu novo blogue.
Beijos, querida amiga.

28 de março de 2012 14:10
Mirze Souza disse...

Sempre lindos em prosa e verso.

Adoro!

Beijos e parabéns!

Mirze

28 de março de 2012 19:46
Ianê Mello disse...

Olá, caro amigo Nilson, fico feliz por sua presença e leitura.
Obrigada.
Bjs.

28 de março de 2012 22:14
Ianê Mello disse...

Querida Mirze, sempre uma alegria ter a sua leitura.
Obrigada.
Bjs.

28 de março de 2012 22:15
Leninha disse...

Parabéns,amiga!!!

Fico feliz ao ver você brilhando!

Bjssssss
Leninha Brandão

30 de março de 2012 20:12
Ianê Mello disse...

Querida Leninha, que bom te ver aqui!

Obrigada pela presença, amiga.

Bjs.

30 de março de 2012 20:16
carmen silvia presotto disse...

Vivas Ianê, e muito sucesso neste teu diário poético.

Beijos.

Carmen.

30 de março de 2012 21:16
Ianê Mello disse...

Olá amiga Carmen!
Obrigada por estar aqui!
Fico satisfeita por sua leitura!

Beijos.

30 de março de 2012 21:28
. disse...

Nossa !!

EsTa página esTá envolvenTe! A cada dia que retorno leio algo
maravilhoso.Isso nos faz um bem enorme sabe ... Obrigada Ianê.
Um abraço amiga.

Rejane Rezende

31 de março de 2012 00:22
Ianê Mello disse...

Obrigada, querida Rejane.
Isso me deixa muito feliz.
Abração, amiga.

31 de março de 2012 20:10
Regina Dutra disse...

Parabéns Ianê e muitas felicidades nessa nova página. Você, como sempre, brilhante! bjs e boa sorte.

1 de abril de 2012 22:05
Ianê Mello disse...

Olá, querida Regina, fico feliz com sua visita!
Obrigada pelo carinho.
Beijinhos.

2 de abril de 2012 09:37
Mauro Pereira da Silva disse...

Ianê, que belo espaço, textos lindissmos como é natural em você.
Muito sucesso.

"Todo começo é brusco,
Um trem procurando
Sua linha, seus trilhos,
Arte entre acrílico e gosto.
A lua vista desta moldura"

4 de abril de 2012 21:09
Ianê Mello disse...

Olá, querido amigo Mauro, fico grata por sua presença neste espaço.
Obrigada.
Beijos.

7 de abril de 2012 00:07

Postar um comentário

Seja educado. Comentários de teor ofensivo serão deletados.