terça-feira, 6 de março de 2012

A INFÂNCIA ROUBADA

 
  
Olá a todos estamos de volta depois de uma longa, e boas férias. E nessa volta que refletir sobre a condição de ser criança na nossa sociedade.
Esse ano tenho trabalhado diretamente com crianças de 06 a 11 anos e a minha contestação é que algumas já perderam a essência e outras estão indo no mesmo caminho.
E o triste é que não há mais diferença entre um lar problemático e um lar consistente, elas não sabem mais brincar, conversar e muito menos interagir entre si.
Lembro que na minha infância podíamos brincar, tínhamos liberdade de ficar na rua e assim aproveitar cada instante do se criança. Gosto de lembrar as brincadeiras como pular corda, amarelinhas e tantas outras.
Nos dias atuais as maiorias das pessoas não se importam com a real situação das crianças, criam-se leis e mais leis de proteção ao menor e nada vemos acontecer de sólido.

O que tem acontecido é crimes que estão acontecendo de formas alucinadas contra nossos pequenos, é mãe jogando seus bebês no lixo, pais que matam sem a menor piedade, isso sem falar dos abusos sexuais seguidos de morte ou não. Às vezes penso que cometer um crime contra criança está se tornando tão corriqueiro como ir ao mercado, beber água e outras coisas corriqueiras. Não sei por onde anda o ECA, os Direitos Humanos e outras tantas organizações que dizem zelar pelos direitos dos pequenos.

Sinceramente gostaria de um dia ver as crianças serem crianças, gozando de liberdade, livres de maus tratos, da violência sexual, das violências psicológicas, do abandono, das latas de lixo, dos becos, das sarjetas.

Sonho com um Brasil pronto para cuidar e zelar pelas nossas crianças criando uma sociedade consciente que aprenda a respeitar cada um de nossos pequenos cidadãos.


1 comentários:

Terror Online disse...

parabéns pela iniciativa. Se todos pensassem que nem você, o mundo seria muito melhor.

15 de junho de 2014 20:01

Postar um comentário

Seja educado. Comentários de teor ofensivo serão deletados.