sábado, 26 de julho de 2014

A POESIA PARANAENSE E UNIVERSAL DE SONIA WOLFF - Iª parte


O espaço do leitor traz esta semana, os poemas da paranaense Sonia Wolff, que têm um sotaque pessoal e ao mesmo tempo universal em sua sensibilidade e alcance, como a verdadeira poesia deve ser.



À TOA

À toa
à toa
vem a vontade
à tona
Em tons
de vento
e texturas
de papel crepon
E vai
com
o tempo,
mas volta...
Eu invento.




VIU?

Palavras
atiram-se
na vidraça
feito
vento e curva
Viu?
Já passou.








BANDO DA LUA

Não te
direi
da certeza

Não
a tenho

Sou
do bando
da lua

Um dia
sim,
outro também

Um dia
não,
outro neguei.




PIPA

Meu coração
soltou
uma pipa

Voltou
seu nome
vestido
de azul

Seu nome
no ar,
seu nome
no ar,
seu nome
                                                                     no ar.



AS ARMAS

As armas
que
eu uso,
ouça,
ouso
jogar fora
Troco
tudo que
finda
pelo que
pode ser ainda.




CAULES BALANÇAM

Caules balançam
no cio
do tempo
Vai ser
primavera.

PURIFICAÇÃO

De lembranças lavadas
coladas ao peito
feito
camiseta molhada
levadas ao sol...
Delas
surgiram cores,
fundiram-se fibras
desbotaram-se,
desmancharam-se
as manchas
Modelou-se
o belo de só ser.




COISA INÚTEIS

Coisa inúteis
à vida prática
como os girassóis,
as ervas-daninhas
e as lembranças
brotam
no sorriso da manhã
e na fria expectativa
do dia que se inicia

Era só amor
e não foi
e quisera te-lo sido
Era só amor
e não foi
e quisera te-lo tido
Procuro
por elas
para esquecê-las
Procuro
por elas
para que
me deixem em paz.



ROUPAS

Roupas
voam no varal
Pernas,
braços,
almas
que se abrem



Sonia Bittencourt Rodrigues Nunes Wolff
Local de nascimento: Curitiba-Paraná
Pseudônimo literário: Sonia Wolff
Escolaridade: Bacharel em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo e Publicidade e pós-graduação em Metodologia do Ensino da Arte.

Produções Científicas, Literárias e Artísticas
Livro de contos registrado na Fundação Biblioteca Nacional sob o número 599.551
Livros individuais e participação em coletâneas de poesia nacionais e estaduais;
Premiações na área literária como poeta e contista;
Elaboração de material educativo na área de comunicação;
Em fase de finalização: livro de comunicação.

Atividades Literárias
2012- Ministrante da Oficina de Publicidade e Propaganda- ICI- Instituo Curitiba de Informática
2012- Ministrante da Oficina de Poesia Automática-ICI- Instituo Curitiba de Informática
2011- Agenda Arte/poesia incluída
2004-Crônicas publicadas no jornal diário Tribuna do Estado/Curitiba
2003- Agenda Arte/poesias incluídas
2001-II Prêmio Leminski de Poesias da Lapa /poesia incluída na coletânea
2001-Concurso Nacional de Poesia Helena Kolody- 10ª edição/poesia incluída
2001-Agenda Arte/poesia incluída
2000-A Poesia Paranaense do Século XX (antologia realizada pelo crítico e jornalista piauiense Assis Almeida Brasil) /poesias incluídas
2000-Agenda Arte/poesias incluídas
1999-Agenda Arte/poesias incluídas
1998-Coleção Sapatos Tortos /Coletânea realizada pela Feira do Poeta/Fundação Cultural de Curitiba
1998-Agenda Arte/ poesias incluídas
1998-Publicação do livro Bando da Lua, pela Fundação Cultural de Curitiba
1998-Prêmio Cataratas de Contos e Poesias, edição 1998, 9ª classificação em 500, com o conto Depois de Anos
1998-Inclusão de três poesias na revista Toda Vida / Casa do Poeta do Paraná
1997-Adesão ao Grupo Pão com Mel e publicação do livro Pão com Mel-Poesias e Afins
1997-Diário Oficial-Inclusão de poesias
1997-Jornal A Notícia (SC) Suplemento Anexo-Comentário, foto e poesias
1997-Exposição de fotografias e poesias- República Argentina, 2887
1996/1997- Diversas exposições de fotografias na Robert Bosch Ltda.
1995- Coluna de Literatura na Folha de Piraquara
1994-Menção Honrosa no 3º Concursos de Poesia da Prefeitura Municipal de Piraquara
1994-Concurso Nacional de Poesia Helena Kolody-4ª edição/poesias incluídas
1992-Vernissage de Desenho Artístico e Publicitário /SESC Curitiba
1987-Nova Poesia Brasileira I, a ser publicada pela Shogun Editora e Arte Ltda.
1987-Palavra Descalça, a ser publicada por Edições Muiraquitãm reunindo os melhores trabalhos do 1º Concurso de Poesias Gregório de Matos-RS
1986-Destaque  no concurso de poesias da Revista Brasília
1986-Menção Honrosa no I Concurso Seiko, Cronometradora Oficial da Copa
1985-Inclusão de poesia no livro do II Concurso de Poesia da Casa do Estudante luterano de Curitiba-Celu.
        

2 comentários:

Abel Andrade disse...

Olá, obrigado você que dedica teu tempo com a poesia... pois a poesia acredito que seja um alimento para o nosso ser.... eu sou Abel de Andrade, nos meus momentos livres gosto de arriscar algumas palavrinhas no delubrio da vida.... pois acredito que a poesia é um pleno reflexo de nossos sentimento....obrigado...

14 de abril de 2015 18:04
Abel Andrade disse...

gostei muito de tuas poesias....

14 de abril de 2015 18:05

Postar um comentário

Seja educado. Comentários de teor ofensivo serão deletados.