sábado, 16 de julho de 2016

RED, ROUGE & ROSSO: EXPOSIÇÃO DA EUROCLIK NA FNAC


"O vermelho é 'cor', acima de tudo. Algumas palavras como 'coloratus' em latim e 'colorado' em espanhol significam tanto 'vermelho' como 'colorido'. E na língua russa, a palavra “krasnoï” quer dizer tanto 'vermelho' como 'belo'. O vermelho é uma cor orgulhosa, ambiciosa e sedenta de poder. Uma cor que quer se fazer ver e que se impõe a todas as outras..."

É o que diz o historiador e antropólogo francês Michel Pastoreau (1947-) em “Le petit livre des couleurs” (“Pequeno livro das cores”) onde ele conta a história das cores mais conhecidas, considerando que elas estão ligadas ao processo evolutivo humano e intimamente relacionadas aos aspectos culturais de todas as sociedades.

O Vermelho, em suas mais variadas formas, também foi o tema do 7º concurso fotográfico Euroclick promovido pelo Centro Europeu e que já se tornou um dos mais importantes do país. A exposição que abre na Fenac na próxima segunda-feira, traz 20 trabalhos exclusivos de fotógrafos profissionais e amadores de todos os cantos do país, foi inicialmente apresentada na Galeria Virtual Centro Europeu, no Shopping Crystal. 



A coluna INcontros entrevistou Tânia Buchmann*, coordenadora do curso de Fotografia do Centro Europeu, e uma das organizadoras da Euroclik:
Incontros: Como surgiu a ideia da exposição, e quais os passos que foram necessários para a realização da mesma?
T.B: Eu e a Charly Techio que também é Supervisora do Curso de Fotografia do Centro Europeu, percebemos a necessidade de valorizar cada vez mais o olhar fotográfico, nas suas mais variadas linguagens. A partir de um regulamento bem elaborado preocupados em atender todos os padrões que um concurso exige, fomos atrás de parceiros e patrocinadores. Desde o começo contamos com a Ticcolor, Ed. Photos, FNAC além de outros que nos apoiaram.

Incontros: O tema desta exposição foi o “vermelho”, qual o motivo dessa escolha?
T.B.: O Tema RED, ROUGE & ROSSO, foi escolhido, pensando na força da cor vermelha e suas expressões que poderiam ser alcançadas através da imagem.

Incontros: Como foi a participação dos fotógrafos (profissionais e amadores) de Curitiba e de outras cidades?
T.B.: Sempre ficamos satisfeitos com a adesão dos fotógrafos, é surpreendente a abrangência do EUROCLICK. Já tivemos inscrições desde o Tocantins até pequenas cidades desconhecidas. Em 2014 o vencedor era de Campo Grande e de 2015 do Rio de Janeiro, Camila Vedoveto.

Incontros: Como repercutiu esse evento e qual a perspectiva para os próximos anos?
T.B.: A repercussão é excelente, pela seriedade do concurso incluindo os temas propostos, a escolha dos jurados, pessoas ligadas a fotografia e as Artes Visuais. Sempre estamos dispostos a novos desafios e a cada edição do Concurso é muita empolgação pois sabemos que vamos receber imagens belíssimas o que sempre dificulta a escolha das fotos e cada vez mais valoriza nosso concurso.

Ela ainda acrescenta que "Nesta edição do concurso Euroclick 2015, tivemos mais de 700 trabalhos inscritos. Foi um recorde em números e, também, em qualidade. Dessas imagens, tiramos 20 que compõe a Mostra Fotográfica Euroclick 2015. Temos certeza que o público irá se surpreender com fotografias lindas e cheias de vida".

*Tânia Buchmann é formada em Sociologia pela UFPR, pós-graduada em História da Arte Contemporânea, Estética e Fotografia no Séc. XX pela Escola de Música e Belas Artes do PR – EMBAP – 1999/2000 e em Fotografia Avançada pela Faculdades Curitiba – 2003. Autora dos livros Estados Unidos de Cuba – um ensaio sobre os antigos automóveis norte-americanos na ilha de Fidel, Ed. Takano/SP (2000), Os Olhos de Bergman, Ed. Imprensa Oficial do PR (2010), co-autora de A Camisa de Ouro, Ed. Getz Comunicação (2006), co-autora de Travessas & Travessias, Ed. Universidade Tuiuti do Pr. (2013). Coordena o curso de Fotografia do Centro Europeu desde 2005, onde ministra aulas nos módulos de Linguagem Fotográfica e Produção Fotográfica e também supervisiona o Curso de Artes Visuais e ministra o módulo de Fundamentos da Linguagem Visual.

Abaixo, algumas fotos premiadas pelo concurso de 2015 e que fazem parte desta exposição:


Foto: Camila Vedoveto, 1º lugar (Rio de Janeiro)

Foto: Estefania Gavina, 2º lugar (Campinas-S.P.)

Foto: Tiago Jonas de Almeida, 3º lugar (São Paulo)

Foto: Melissa Giowanella, menção honrosa, (Curitiba-Pr.)

Serviço: Exposição Fotográfica Red, Rouge & Rosso, na Fnac Curitiba
Abertura: 18/07 (segunda-feira).
Rua: Professor Pedro Viriato Parigot de Souza, 600 - Loja 10 - Parque Shopping Barigui, Fone: (41) 2141-2000  - Curitiba-Pr.

                                                                ***


Izabel Liviski é Doutora em Sociologia pela UFPR, pesquisadora do Cespedh (Centro de Estudos em Segurança Pública e Direitos Humanos), professora de Fotografia com especializações em História da Arte, Poéticas Visuais e Sociologia da Imagem. Edita as colunas INcontros (desde 2010), e Centro Europeu News, é co-editora da Revista ContemporArtes.

3 comentários:

discutindo educação e história disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
discutindo educação e história disse...

Adoro seus textos

16 de julho de 2016 07:37
Anônimo disse...

Muito interessante. Parabéns pelo texto!Vou na FNAC ver as fotos...

16 de julho de 2016 09:03

Postar um comentário

Seja educado. Comentários de teor ofensivo serão deletados.