domingo, 12 de agosto de 2012

Contemporartes na Bienal do Livro de São Paulo e outras dicas




Teve início no último dia 9 e segue até 19 de agosto a Bienal do Livro de São Paulo. Em meio à programação de debates e lançamentos, duas colegas da Contemporartes estão marcando presença.  
Ontem (11), a coordenadora da Contemporartes, Ana Maria Dietrich, lançou seu livro Nazismo Tropical, no estande da Delicatta Editora.
 Já na segunda-feira, dia 13, a colunista Simone Pedersen estará no estande Melhoramentos (Rua H – estande G40), das 12h às 14h, participando do Encontro dos Escritores e Ilustradores de Literatura Infanto-Juvenil – AEILIJ. No sábado, dia 18, ela volta à Bienal para o lançamento do seu livro Poemas Minimalista, a partir das 18h no estande RHJ, na Rua N 50.
A Bienal do Livro de São Paulo está sendo realizada no Pavilhão de Exposição do Anhembi. Mais informações sobre a programação, aqui.

A partir do próximo sábado, dia 18, até o dia 27 de outubro, será realizado em São Paulo o curso de extensão Arte e Sociedade na América Latina. Serão abordados diversos aspectos da estética e da história da arte produzida na América Latina, “relacionando as civilizações pré-colombianas à formação do homem contemporâneo”. 
O curso está ligado à Cátedra Unesco Memorial da América Latina e tem coordenação da Profª. Dra. Elza Ajzenberg (Professora Titular da ECA - USP / Coordenadora do Centro Mario Schenberg de Documentação da Pesquisa em Artes da ECA -USP) e Profª. Dra. Alecsandra Matias de Oliveira (Doutora em Artes Plásticas - ECA / USPA atividade é aberta a todos os interessados, não é necessário ter formação na área. 
As aulas serão sempre aos sábados, de 9h às 13h. A inscrição para o curso custa RS 200,00 e pode ser feita de segunda à sexta-feira, das 10h às 18h, no Anexo dos Congressistas / CBEAL - Memorial da América Latina. Informações sobre o curso e as inscrições no site, pelo e-mail: cursos@memorial.sp.gov.br e telefone (11) 3823-4780. 

O historiador Carlos André Silva de Moura lançou, no dia 30 de junho, o livro “Fé, saber e poder: os intelectuais entre a Restauração Católica e a política no Recife (1930 – 1937)”.A obra é resultado das pesquisas desenvolvidas ao longo do Mestrado em História Social da Cultura Regional da Universidade Federal Rural de Pernambuco. O lançamento foi na Livraria Cultura de Recife. 

Até o dia 19 de agosto estão abertas as inscrições de curtas metragens para o FESTDOC Festival da Vida nas Telas do Cinema. O festival será realizado pela primeira vez 8 a 15 de outubro, no Memorial da América Latina, em São Paulo, com uma ampla programação de exibição, debates e discussões sobre a produção audiovisual no país.
Para a mostra competitiva de curtas, podem ser inscritos trabalhos estudantis com duração entre 15 e 30 minutos e relacionados aos temas Histórias de Vida, Relações Familiares, Preconceitos, Mundo do Trabalho, Educação. O regulamento completo e o procedimento para inscrição estão disponíveis no site. A organização do FESTDOC também está no facebook.






Mônica Bento é jornalista, formada pela Universidade Federal de Viçosa (MG). Em seu trabalho de conclusão de curso estudou a função social das salas de cinema e desenvolveu a reportagem multimídia CineMemória. Pertence a equipe de Comunicação da Contemporartes-Revista de Difusão Cultural.  

1 comentários:

Ana Paula Nunes disse...

Fiquei morrendo de vontade de fazer o curso Arte e Sociedade na América Latina!

12 de agosto de 2012 10:23

Postar um comentário

Seja educado. Comentários de teor ofensivo serão deletados.